Se você acha que crianças muito pequenas não podem fazer brincadeiras com pinturas porque levarão as tintas à boca e dará aquele trabalhão, essa proposta é para você. Que tal substituir as tintas sintéticas por tintas comestíveis? Tintas comestíveis? Sim! Basta bater no liquidificador alguns alimentos bem coloridos com água e pronto!

Nós pensamos em quatro cores e para isso utilizamos:

½ beterraba

3 colheres de sopa de açafrão em pó

¼ de maço de agrião

1 cenoura

Todos os itens foram batidos no liquidificador, separadamente, com aproximadamente um copo de água. E assim nasceram nossas tintas roxa, amarela, verde e laranja.

A Luiza e o Rafa brincaram com as tintas comestíveis. Nas duas vezes, juntamos quatro cartolinas com fita adesiva e as colocamos no chão com as tintas em cima. Achamos que o mais legal, por conta da idade deles, seria pintarem com as mãos mesmo (até para sentirem as texturas), e não com pincéis.

A Luiza rapidamente mergulhou a mãozinha, esparramou na cartolina. E quando perguntamos se ela gostaria de pintar com os pés, foi logo tirando a sandália e começando a pisar em todas as cores, espalhando-as pelo papel.

DSC03606DSC03595  DSC03597

Já o Rafa não gostou muito de tocar nas tintas. Mergulhava somente as pontas dos dedinhos, para em seguida dobrá-los, demonstrando uma sensação de aflição. Esse tipo de experiência é muito importante para a compreensão de que todas as crianças possuem as suas preferências e aquilo de que não gostam. Cabe a nós, adultos, perceber e respeitar suas individualidades. E foi o que fizemos: rapidinho encerramos a brincadeira com o Rafa.

_MG_0257a_116 _MG_0257a_117

Os maiorzinhos também adoram brincar com as tintas naturais. Se já não levam as coisas à boca, você pode misturar um pouco de cola depois que bater no liquidificador, assim garantirá maior adesão da tinta ao papel e o resultado da produção permanecerá por mais tempo.