Se tivéssemos que eleger o mais democrático, universal e versátil dos brinquedos, sem dúvida seria a caixa de papelão. Nós compartilhamos abaixo cinco brincadeiras divertidas com este objeto, mas com certeza você terá outras tantas a incluir na lista. Em comum a todas elas: o fato de que a caixa nunca é apenas uma caixa.

1. Casinha de boneca

Pegamos uma caixa e cortamos fora as abas de fechá-la. Depois, cortamos com um estilete a junção do fundo com um dos lados menores, de modo que conseguíssemos dobrar a lateral, formando o telhado da nossa casa. Usamos papel contact verde para dar um “tchan” na fachada e, com o papelão das abas que descartamos, fizemos uma divisória interna e vários móveis para as bonecas. A Sofie dobrou uma caminha e com a sobra de um rolo de papel higiênico fez uma banheira, que enchemos com pedacinhos de esponja de cozinha picados, para simular a espuma. Depois, foi só reunir as bonecas e brincar. Mas alguém tem dúvida de que a brincadeira já havia começado muito antes disso?

dsc04524 dsc04537
dsc04543 dsc04545

2. Escorregador de bolinhas

Basta abrir alguns buracos na caixa e encaixar neles tubos de papelão de rolos de papel toalha ou alumínio. Pronto, você já tem um escorregador de bolinhas. A Sofie brincou de colocar as bolinhas e tentar adivinhar por onde elas sairiam. Quando entendeu como funcionava, passou a tampar o orifício de saída e nos pedir para colocar todas as bolinhas de uma vez. De repente, tirava a mão e era aquela chuva de bolinhas, acompanhada de uma gostosa gargalhada. Até colocar as bolinhas pelo buraco mais baixo e ver se elas subiam ela tentou. “Puxa, não deu certo!”, constatou. Colocamos o escorregador sobre um banquinho para que sobrasse espaço para as bolinhas saírem. E uma dica: se não tiver bolinhas, as tampinhas de garrafa funcionam perfeitamente.

dsc04557dsc04562

dsc04582  dsc04567

3. Esculturas

 Já pensou em usar caixas de papelão para construir as mais variadas esculturas? Oferecemos as caixas e a Sofie logo decidiu montar um homem. Pegou a canetinha por conta própria para desenhar o rosto e os braços e buscou sua cartola de mágico para colocar na cabeça dele. Depois trocou o chapéu por um de mestre-cuca, pediu ajuda para “vestir” um avental nele, pegou a sua vassoura e o rodo de brinquedo e logo o mágico se transformou em uma cozinheira fazendo faxina. Após criar um dinossauro, teve a ideia de empilhar uma caixa sobre a outra, “até o teto”, nos explicou. Levantamos ela no colo para que alcançasse o topo, e o toque final foi um chapéu de bombeiro lá em cima de tudo. Foi interessante observar como ela buscou esses elementos mais concretos para dar forma às suas criações. E, para terminar, como não poderia deixar de ser, a brincadeira foi fazer a pilha desabar. E foi caixa pra tudo que é lado!

dsc04467 dsc04484

dsc04490 dsc04482

dsc04504dsc04495

4. Quebra-cabeça

Montar quebra-cabeça é muito legal. Mas montar um quebra-cabeça com o seu próprio desenho é muito mais divertido, não é mesmo? Convidamos a Sofie a fazer um desenho. Ela desenhou nós três (e pediu que a gente fizesse um coração para representar a mamãe, pois ela já estava com um pouquinho de preguiça de desenhá-la). Depois, passamos cola em um pedaço de caixa de papelão (ela adorou essa parte, por que será? rsrs) e colamos o desenho. Então foi só cortá-lo em pedaços (quando menores as peças, mais difícil fica a montagem) e brincar de encaixar. Num primeiro momento, a Sofie ficou um tanto ressabiada de estarmos cortando o seu desenho, mas logo sentiu-se muito orgulhosa do seu quebra-cabeça e quis montá-lo diversas vezes, emitindo comentários do tipo “falta a sua barriga”, “onde está a minha cabeça?”.

dsc04592 dsc04600 dsc04607  dsc04616

5. Túnel

Abra o fundo das caixas e coloque uma bem pertinho da outra para formar o túnel. Usamos as próprias abas para deixá-lo mais comprido, mas a parte ruim é que isso o deixa mais molenga também. Para dar uma sustentação maior, você pode ancorá-lo em uma parede ou colar as caixas no chão e na parede com fita adesiva (por isso uma área mais estreita, como um corredor, é o mais indicado). Se as caixas forem mais ou menos do mesmo tamanho, melhor. Quer saber como brincar? Deixe que as crianças te explicam!

dsc04517-1 dsc04519-1