Esta brincadeira, absurdamente simples, é muito, muito legal. Porque, para as crianças, realmente parece uma mágica. Os olhinhos da Sofie brilharam e até a gente ficou encantada com o resultado!

Pegamos um pratinho de sobremesa branco (o da casa da Sofie era quadradinho) e pedimos a ela para distribuir confeitos coloridos de chocolate por toda a borda do fundo dele.

A cada confeito que ela colocava no prato, uns dois ou três iam para a barriga (reparem que o prato já está completinho e a mãozinha dela continua cheia de doces. rsrs). Mas se engana quem pensa que ela distribuiu as cores aleatoriamente no prato. Tudo foi muitíssimo pensado, ela foi decidindo qual cor combinava com qual, colocando as favoritas naqueles que para ela eram os locais de destaque e cuidando para que dois confeitos da mesma cor não ficassem lado a lado.

Depois, chegou a hora de a mágica acontecer. Colocamos um pouquinho de água morna em um copo e pedimos que ela banhasse os confeitos. Não pode exagerar na quantidade de água, basta um tantinho mesmo.

Em poucos segundos, a água começou a ser tingida com o pigmento dos confeitos e a escorrer para o centro do prato, resultando num efeito incrível!

Ficamos paralisadas, observando aquela transformação, por alguns bons minutos, enquanto comíamos uns chocolatinhos. A Sofie levantou hipóteses sobre o que havia acontecido e nós a ajudamos a chegar a boas conclusões. Foi ou não foi uma doce brincadeira científica?