Talvez algumas mamães e alguns papais fiquem de cabelo em pé só de imaginar essa sujeirada toda no vidro, mas, acreditem: é muito mais fácil limpá-lo do que parece! E ver a alegria das crianças diante de uma pintura tão diferente, em um novo suporte, certamente compensa qualquer sacrifício.

A nossa proposta foi convidar a Luiza a pintar com tinta guache em uma superfície de vidro. Nós usamos o boxe do banheiro, mas você também pode optar por uma porta de sacada, uma janela… A Lulu escolheu as cores que queria utilizar e nós as colocamos em bandejas de isopor, para facilitar o manuseio. E lá fomos nós com as tintas todas para o banheiro. No começo, ela não entendeu nada, e ficou com aquela cara de interrogação (ainda mais quando a chamamos para entrar dentro do boxe). Mas, quando se deu conta do que seria a brincadeira, o sorriso apareceu.

Nós pintamos com os dedos mesmo. A Luiza começou timidamente, riscando traços com apenas uma cor.

Não demorou muito e as outras tintas entraram em ação. Foi muito legal observar a forma como ela sentia seu dedo deslizar pelo vidro, uma superfície muito menos resistente do que o papel, por exemplo.

Depois de muito desenhar com os dedos, chegou aquela hora de as mãozinhas inteiras, melecadas de tinta, entrarem em ação. Com as cores todas misturadas, a Lulu esfregou as tintas nas mãos e elas no vidro, fazendo movimentos de um lado para o outro, para cima e para baixo. Do lado de fora do boxe, já nem era mais possível enxergá-la. =)

Como dissemos lá no começo, foi bem fácil limpar toda a tinta após a brincadeira. Primeiro, fomos só jogando água e passando a esponjinha, o que já tirou todo o excesso. Depois, finalizamos com sapólio líquido, que passamos com a esponja também. Com certeza você pode usar o produto que estiver acostumada. Seu boxe voltará a ficar limpinho, pode acreditar! E sua criança estará muito mais feliz.